NETCULT

Núcleo de Estudos Transculturais

COORDENADOR: Mário Matos


Membros CEHUM:

Ana Catarina Monteiro, Andréia Márcia de Castro Galvão, Andreia Sarabando, António José Gonçalves de Freitas, Carlos Pazos-Justo, Georgina Abreu, Giovanni Battista Tedesco, Hugo Filipe Machado, Idalete Dias, Inês Tadeu Freitas Gonçalves, Jaime Costa, Joanne Paisana, Jorge C. Pereira, Luís Pimenta Lopes, M. Dolores Lerma Sanchis, Manuel Gama, Margarida Esteves Pereira, Mário Matos, Nadejda Ivanovna Nagovitsina Machado, Paula Alexandra Guimarães .


Colaboradores:

Luís Miguel Teixeira Pereira (UM), Sérgio Lorré Vieira Pinto, Tiago Cerejeira Fontes (UM).


O Núcleo de Estudos Transculturais (NETCult), criado em Novembro de 2010, resultou da vontade manifestada por diversos investigadores das três principais áreas do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho (CEHUM), nomeadamente as Ciências da Literatura, da Cultura e da Linguagem, em criar um espaço comum de reflexão e de estudo pautado por uma perspetiva explicitamente interdisciplinar e transcultural que é inerente à escola e/ou ao centro de investigação a que pertencem. Por conseguinte, o NETCult funciona quer como um fator agregador da investigação que os seus membros têm vindo a produzir quer como um impulso para futuros projetos em que possam confluir, de forma transversal, diversos saberes e especialidades assentes em metodologias inovadoras e consistentes.

Dando expressão à matriz vincadamente transnacional e multicultural da escola e do centro de investigação em que o NETCult se insere, os seus membros provêem dos diversos departamentos de línguas e culturas que compõem o Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH), nomeadamente dos departamentos de Estudos Portugueses e Lusófonos (DEPL), de Estudos Românicos (DER), de Estudos Ingleses e Norte-Americanos (DEINA), de Estudos Germanísticos e Eslavos (DEGE) e de Filosofia.

A configuração transdepartamental, multilingue e pluricultural do NETCult não só facilita como potencia a reflexão teórica e o desenvolvimento de trabalhos de investigação sobre os mais diversos fenómenos transculturais com recurso a metodologias, por inerência, inter e transdisciplinares.

Numa “cultura-mundo” (Lipovetsky/Serroy) progressivamente cunhada por uma mobilidade global, física e telemática, de bens, pessoas e ideias que destabiliza todas as espécies de fronteiras nacionais e socioculturais, as referidas características do NETCult fornecem, à partida, excelentes condições para visar, como principiais objetos de estudo e reflexão, entre outras, as seguintes temáticas de investigação:


Para além do desenvolvimento de projetos de investigação nas áreas supramencionadas, que encontrarão a sua expressão sob a forma de organização de colóquios e publicações de índole diversa, o NETCult tem como objetivo não só procurar o intercâmbio nacional e internacional com outras comunidades científicas dedicadas aos estudos transculturais, como divulgar os resultados das suas pesquisas e propor projetos de cooperação às comunidades não académicas.

Atividades organizadas pelo NETCult:

2013

Conceção do projeto MoMeL: Mobilidade e Memória Local: Representações Interculturais da Região Minho

2014

Colóquio Comemorativo dos 40 anos do 25 de Abril: "“Perceções e Representações Transnacionais da Revolução dos Cravos”, 23 de abril, Salão Nobre da Reitoria da UM (Publication)

2015

Congresso Internacional "Amnésia Transcultural. Para uma Cartografia de Memórias Deslocalizadas / Transcultural Amnesia. Mapping Displaced Memories", 16 a 18 de abril, Universidade do Minho (Website | Publication)

2017

No âmbito do XIX Colóquio de Outono, o NETCult organização o painel “Representações Interculturais de Lugares de Memória Religiosos” (Website)

2018

No âmbito do XX Colóquio de Outono, o NETCult organizou os seguintes painéis: “Marcos transnacionais da luta pela liberdade de expressão” e “Pensar a Guerra e Paz” (Website)