Investigadores

Maria Teresa Curado Amaral

Grau académico: Mestrado

Categoria profissional: Investigador (sem bolsa)

Grupo(s) de Investigação:

E-mail: mteresaamaral@me.com

Telefone: 0033674950900

CiênciaVitae/ORCID: tAl6N941

Morada institucional:

5 La Plouterie, Brehemont, 37130, França

Nota biográfica:

Maria Teresa Curado Amaral é brasileira, do Rio de Janeiro.
Percurso universitário: duas licenciaturas - Filosofia e Comunicação, um DEA de Gênero e Sexualidades na Universidade de Reims e o Master 1 e 2 de Études Théâtrales em Paris 3, Sorbonne Nouvelle, sob a direção de Madame Christine Hamon-Sirejols.
Tendo ensinado em diversas Universidades da cidade do Rio de Janeiro, Maria Teresa Amaral dirigiu o Centro de Artes Calouste Gulbenkian da Prefeitura desta cidade, bem como as Escolas de Arte do Estado do Rio de Janeiro, a Escola de Teatro Martins Pena e a Escola de Música Villa Lobos deste mesmo Estado.
Atriz e crítica de teatro, cedo preferiu a direção de teatro, sobretudo enquadrada num trabalho de grupo. Teve por dez anos, um teatro no RJ onde, entre outros espetáculos, criou dois com textos de poesia portuguesa. Um com textos de Antônio Botto e outro com poemas e textos poéticos eróticos da literatura portuguesa desde a Idade Média até o Modernismo. Dirigiu também Mãe Coragem de Brecht no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) e a Ópera do Malandro de Chico Buarque de Hollanda no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. É autora dos textos de vários dos seus espetáculos.
Vivendo na França a partir de 2005, é diretora artística da Compagnie Aléatoire de Théâtre. Tendo montado em Paris As Lágrimas Amargas de Petra von Kant de Fassbinder, fixou-se em Langeais, Indre-et-Loire, encantada pela Igreja Saint Laurent, do século XIII, transformada em lugar de eventos culturais. Já lá criou seis espetáculos, obtendo residência da prefeitura da cidade.
No Brasil Maria Teresa Amaral obteve da Associação Brasileira de Escritores três prêmios como melhor diretora de teatro e um como melhor autora de teatro.
TRABALHOS PUBLICADOS ou registrados na Sociedade Brasileira de Autores Teatrais (SBAT), estes últimos todos convertidos em espetáculos :,
. A REGRA DO JOGO E O SER DOS PEÕES, Lugar 1, 1972 . POESIA DA EDUCAÇÃO, Lugar 2, 1973.
. OS SISTEMAS SIMBÓLICOS, Lugar 3, 1974.
. Autoria de O MEDO, 1976.
. Coluna de Teatro no jornal Tribuna da Imprensa, 1979
 . Coluna de Teatro do Jornal do Comércio, 1979
. Coluna de Teatro no jornal Última Hora, 1980-1982.
. Autoria ( com Sebastião Lemos ) de ANTÔNIO BOTTO, LEITURA, 1990.
. Colaboradora semanal da página Opinião do Jornal do Sports, 1995.
. Autoria de OS INVOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA,1997
. Autoria ( com Sebastião Lemos ) de ERÓTICA PORTUGUESA, 2000.
. Autoria de O PENHOR DESTA IGUALDADE, 2001.
. Autoria de BERLIM,1930, 2002.
. Autoria de L’AMOUR AVEC DES MOTS, 2010.
. Violences physiques, sexuelles faites aux femmes et crimes contre l’humanité com Natacha
Chetcuti, in VIOLENCES ENVERS LES FEMMES, TROIS PÁS EN AVANT DEUX PÁS EN ARRIÈRE, sob a direçao de Natacha Chetcuti et Maryse Jaspard., L’Harmattan, Paris, 2007.
. MONIQUE WITTIG, LA TRAGÉDIE DE L’AMOUR, acom Natacha Chetcuti, Le Corps mangeant, Corps/ revue interdisciplinaire, CNRS, Dilecta, Paris, 2008.

Interesses de investigação:

espetáculo brasileiro dos anos 70, performance, estudos de gênero, ESTOU CURSANDO O DOUTORADO em Ciências da Cultura, NESTA UNIVERSIDADE, Título da tese: O avessso, do avesso, do avesso, do avesso, Um teatro brasileiro - década de 70 - e as relações de gênero.

Formação:

DEA, Master 1, Master 2, os dois últimos em Paris 3, Sorbonne Nouvelle

Experiência profissional:

diretora de teatro, professora universitaria, diretora de centros culturais e escolas de arte

Cargos:

Já exercidos: Diretora do Centro de Artes Calouste Gulbenkian do Município do Rio de Janeiro, Brasil

Diretora Geral das Escolas de Arte do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Diretora da Escola de Teatro Martins Pena e da Escola de Música Villa-Lobos do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Hoje é diretora artística da Compagnie Aléatoire de Théâtre, Langeais, França