Investigadores

Maria Aldina Marques

Grau académico: Doutoramento

Categoria profissional: Prof. Auxiliar

Grupo(s) de Investigação:

E-mail: mamarques@ilch.uminho.pt

Telefone: 00351966624081

ORCID: https://0000-0003-3263-1977

Morada institucional:

Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos
Campus de Gualtar
Universidade do Minho
Braga

Nota biográfica:

Maria Aldina de Bessa Ferreira Rodrigues Marques
Nacionalidade: Portuguesa
CC: 3597651, Arquivo de Identificação de Braga
Telefone: 253685915
Endereço: Rua da Encosta, nº15, Lamaçães. 4715-280 BRAGA
Domínio Científico: Humanidades /Ciências da Linguagem
Endereço profissional: 
Universidade do Minho. Instituto de Letras e Ciências Humanas, Campus Universitário de Gualtar. 4710-057 BRAGA
e-mail: mamarques@ilch.uminho.pt
Graus Académicos:
– Doutoramento em Ciências da Linguagem, ramo de Linguística Portuguesa, pela Universidade do Minho, com a tese intitulada Aspectos do Funcionamento do Discurso Político Parlamentar – a organização enunciativa no Debate da Interpelação ao Governo, classificação final de Aprovada, por unanimidade. Orientador: Professor Doutor Joaquim Fonseca, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (27 de julho de 2000).
– Mestrado em Ciências da Educação, especialidade em Ensino da Língua Portuguesa, pela Universidade do Minho, com a tese intitulada Os conectivos internos – contributo para a análise do seu funcionamento no texto escrito, classificação de Muito Bom, por unanimidade. Orientador: Professor Doutor Amadeu Torres, da Universidade do Minho/Universidade Católica (polo de Braga) (23 de maio de1990). 
- Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (variante de Português-Francês), com classificação final de Bom com Distinção (16 valores), pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (23 de julho de 1980).

Interesses de investigação:

- Análise Linguística dos Discursos - Pragmática Linguística - Argumentação nos discursos - Oralidade.

Formação:

Doutoramento em Ciências da Linguagem

Mestrado em Ciências da Educação, especialidade em Ensino da Língua Portuguesa

Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (variante de Português-Francês)

Experiência profissional:

- Profissionalização em Exercício, concluída com média final de 17 valores, na Escola Secundária Infanta D. Maria, Coimbra (1981-1983).

27 de julho de 2005 – Atual: Professora Auxiliar de nomeação por tempo indeterminado, Instituto de Letras e Ciências Humanas, Universidade do Minho.

27 de julho de 2000 – a 26 de julho 2005: Professora Auxiliar, Instituto de Letras e Ciências Humanas, Universidade do Minho.

1 de outubro de 1998 a 26 de julho de 2000: assistente convidada a 100%, Instituto de Letras e Ciências Humanas, Universidade do Minho.

1 de outubro de 1990 a 30 de setembro de 1998: assistente, Instituto de Letras e Ciências Humanas, Universidade do Minho.

Cargos:

Membro da Comissão de curso do Mestrado em Ciências da Linguagem

Membro da Comissão de curso da licenciatura em Línguas Aplicadas

Membro da Comissão diretiva do CEHUM

Coordenadora do grupo de investigação Pragmática. Discursos. Cognição (PraDiC) do CEHUM

Membro do Conselho de Departamento do DEPL

Publicações

Livros

  • Momesso, M. R., Campato Jr, J., Marques, M. A. & Corsi, F. (Orgs) (2018). Leitura e Escrita. Experiências e perspectivas a luz de uma abordagem discursiva. Porto Alegre: CirKula
  • Marques, M. A. (2018). Práticas discursivas em contexto universitário: da leitura a escrita. In Momesso, M. R., Campato Jr, J., Marques, M. A. & Corsi, F. (Orgs). Leitura e Escrita. Experiências e perspectivas a luz de uma abordagem discursiva (pp.103-122). Porto Alegre: CirKula.
  • Sánchez Rei, X. M. & Marques, M. A. (Orgs) (2016). As Ciências da Linguagem no espaço galego-português – diversidade e convergência. Braga: Universidade do Minho/CEHUM/Húmus.
  • Marques, M. A & Sánchez Rei, X. M. (Orgs) (2015). Novas perspetivas linguísticas no espaço galego-português (monografia). Corunha: Universidade da Corunha.
  • Marques, M. A., Koller, E., Teixeira, J. & Lemos, A. (Orgs) (2005). Ciências da Linguagem: 30 anos de investigação e ensino. Braga: Universidade do Minho/CEHUM.
  • Head, B., Marques, M. A. & Lemos, A. (Orgs) (2001). José de Azevedo Ferreira. Estudos de história da língua portuguesa: Obra dispersa, Livro de Homenagem. Braga: Universidade do Minho/CEHUM.
  • Marques, M. A. (2000). Funcionamento do Discurso Político Parlamentar – a organização enunciativa no Debate da Interpelação ao Governo. Braga: Universidade do Minho/CEHUM.

Livros de atas

  • Marques, M. A., Ramos, R., Teixeira, J., Pereira, M. E., & Ermida, I. (Orgs) (2006). Processos Discursivos de Modalização. Actas do III Encontro Internacional de Análise Linguística do Discurso. Braga: Universidade do Minho/CEHUM.
  • Marques, M. A., Pereira, M. E., Ramos, R. & Ermida, I. (Orgs) (2004). Práticas de Investigação em Análise Linguística do Discurso. Actas do II Encontro Internacional de Análise Linguística do Discurso. Braga: Universidade do Minho/CEHUM.

Artigos

  • Marques, M. A. (2018). Les expressions déictiques aí et praí. Registre colloquial, approximation et responsabilisation énonciative. STUDIA UBB PHILOLOGIA, LXIII, 2, 2018, p. 253 – 266. DOI:10.24193/subbphilo.2018.2.16.
  • Marques, M. A. (2017). Debate eleitoral português: presidencialização e estratégias de atenuação linguística em situação de confronto político. Linha d’Água, v. 30, nº1, 9-33. DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v30i1p%25p
  • 16.	Marques, M. A. & Duarte, I. M. (2017). Lá, atenuador em interações informais do português europeu. Studia Universitatis Babes-Bolyai, 4, (series Philologia) 17-34. 
    Doi: 10.24193/subbphilo. 2017.4
  • Duarte, I. M., Marques, M. A. & Pinto, A. (2017). O discurso publicitário ao serviço da construção da identidade no Estado Novo: o caso de Mundo Gráfico. REDIS: Revista de Estudos do Discurso, 6, 97-116.
  • Marques, M. A. (2016). Discours présidentiels au Portugal. Un regard pluridisciplinaire. Mots. Les langages du politique, 112 (Discours présidentiels et de présidentielles), 125- 132. http://mots.revues.org/22534.
  • Ramos, R. & Marques, M. A. (2016). Traços de didaticidade em artigos de divulgação científica mediática. O caso de uma edição especial “verde” da revista Visão. REDIS: Revista de Estudos do Discurso, 5, 144-168.
  • Marques, M. A. (2015). Argumentar em tempos de crise no Parlamento português. Revista Portuguesa de Humanidades | Estudos Linguísticos, 19-1, 99-120.
  • Marques, M. A. (2015). Para uma análise linguística dos discursos. A heterogeneidade enunciativa como princípio ordenador da investigação. Revista de Filoloxía Galega, 16, 107-121.
  • Marques, M. A. & Ramos, R. (2015). Marcas deíticas da presença do locutor no discurso cientí¬fico. Dissertações de mestrado apresentados na Universidade do Minho. REDIS: Revista de Estudos do Discurso, 4, 144-168.
  • Marques, M. A. (2014). Palavra de Presidente: construção da autoridade nos discursos de Abril. forma breve, 11, 297-311.
  • Marques, M. A. (2014). Linguagem coloquial e modalização. REDIS: Revista de Estudos do Discurso, 3, 94-106.
    http://ler.letras.up.pt/site/default.aspx?qry=id05id1446id2682&sum=sim
  • Duarte, I. M. & Marques, M. A. (2014). As formas pronominais EU/TU – valor genérico e distanciação. Revista Galega de Filoloxía, 15, 69-85.
  • Marques, M. A. (2013). Politique, humour et campagne électorale. Les enjeux d’une politique-spectacle. Mots. Les langages du Politique, 101, 61-75. http://mots.revues.org/21146
  • Marques, M. A. (2013). Construir a responsabilidade enunciativa no discurso jornalístico. REDIS: Revista de Estudos do Discurso, 2, 139-165. http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/12760.pdf
  • Marques, M. A. (2012). Géneros do oral - Pregões e Chamamentos. REDIS: Revista de Estudos do Discurso,1, 99-117.
    http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/12718.pdf
  • Marques, M. A. (2011). La reprise dissensuelle dans le discours politique parlementaire – du dialogal au dialogique. Cahiers de Praxématique, 57, 133-146. http://praxematique.revues.org/1763
  • Marques, M. A. (2010). Circulation et fonction de la médisance en campagne électorale. Cédille, revista de estudios franceses. Monografias 1, 65-79. 
    http://cedille.webs.ull.es
  • Marques, M. A. (2010). Formas de tratamento e construção da relação interpessoal em Contos da Montanha de Miguel Torga. Revista Galega de Filoloxía, 11, 61-78.
  • Marques, M. A. (2007). Discordar no Parlamento: estratégias de argumentação. Revista Galega de Filoloxía, 8, 99-124.
  • Marques, M. A. (2007). Comentário jornalístico político: interpretação de outros discursos e argumentação. Diacrítica, 21.1 (série Ciências da Linguagem), 127-142.
  • Braga, D. & Marques, M. A. (2007). Desambiguador de Homógrafos Heterófonos para Sistemas de Conversão Texto-Fala em Português. Diacrítica, 21.1 (série Ciências da Linguagem), 25-49.
  • Marques, M. A. (2005). Debate, argumentação e organização enunciativa. Comunicação e Sociedade 8 (Comunicação Estratégica), 47-62.
  • Marques, M. A. (2003). Renovação dos discursos – Novas formas de interacção e legitimação dos Interlocutores. Diacrítica, 17.1 (série Ciências da Linguagem), 189-219.
  • Marques, M. A. (2002). Percursos da Análise do Discurso. Diacrítica, 16, 279-287.

Capítulos em livros

  • Marques, M. A. (2018). Práticas discursivas em contexto universitário: da leitura a escrita. In Momesso, M. R., Campato Jr, J., Marques, M. A. & Corsi, F. (Orgs). Leitura e Escrita. Experiencias e perspectivas a luz de uma abordagem discursiva (pp.103-122). Porto Alegre: CirKula.
  • Marques, M. A. 2017. Approximation, force argumentative et deixis personnelle dans les discours politiques de commémoration. In Carreira, M. H. & Teletin, A. (Ed.), Travaux et documents 62 (La déixis et son expression dans les langues romanes) (pp.67-80). Paris: Université Paris 8
  • Marques, M. A. 2017. Approximation, force argumentative et deixis personnelle dans les discours politiques de commémoration. In Carreira, M. H. & Teletin, A. (Ed.), Travaux et documents 62 (La déixis et son expression dans les langues romanes) (pp.67-80). Paris: Université Paris 8
  • Duarte, I. M., Marques, M. A. & Pinto, M. A. (2016). La seconda guerra mondiale e la costruzione dell’identità portoghese nelle riviste dell’Estado Novo. In Prestigiacomo, C. (Org), Identità, totalitarismi e stampa. Ricodifica linguistico-culturale dei media di regime (pp.83-100). Palermo: UniPa Press (Palermo University Press).
  • Marques, M. A. & Duarte, I. M. (2016). Dêixis e valores enunciativo-pragmáticos dos predicados verbais no discurso académico. In Sánchez Rei, X. M. & Marques, M. A. (Orgs), As Ciências da Linguagem no espaço galego-português – diversidade e convergência (pp.179-208). Braga: Universidade do Minho /CEHUM/Húmus.
  • Marques, M. A. (2016). Todos os rios vão dar a março. O movimento dos indignados e a construção de um ethos coletivo. In Aquino, Z. & Gonçalves-Segundo, P. R. (Eds), Estudos do discurso: caminhos e tendências (pp.7-24). S. Paulo: Ed. Paulistana
  • Marques, M. A. (2016). Todos os rios vão dar a março. O movimento dos indignados e a construção de um ethos coletivo. In Aquino, Z. & Gonçalves-Segundo, P. R. (Eds), Estudos do discurso: caminhos e tendências (pp.7-24). S. Paulo: Ed. Paulistana.
  • Ramos, R., Marques, M. A. & Duarte, I. M. (2015). Hiperestrutura em textos mediáticos de divulgação científica para crianças. In Marques, M. A. & Sánchez Rei, X. M. (Orgs), Novas perspectivas linguísticas no espaço galego-português (monografia) (pp.133-149). Corunha: Universidade da Corunha.
  • Marques, M. A. (2015). O Discurso Direto em interações orais coloquiais. In Marques, M. A. & Sánchez Rei, X. M. (Orgs), Novas perspectivas linguísticas no espaço galego-português (monografia) (pp.89-109). Corunha: Universidade da Corunha.
  • Marques, M. A. (2015). «Tipo». Référentiation et modalisation dans des interactions verbales orales. In Carreira, M. H. (Ed.), Travaux et documents 60 (Faits de langue et de discours pour l’expression des modalités dans les langues romanes) (pp.249-260). Paris: Université Paris 8.
  • Pinto, R. & Marques, M. A. (2014). L´Affaire Nafissatou Diallo contre Dominique Strauss Kahn: argumentation et émotion dans les journaux portugais et brésiliens. In  Rabatel, A., Monte, M. & Rodrigues, M. G. (Eds), Comment les médias parlent des émotions. L’affaire Nafissatou Diallo contre Dominique Strauss-Khan (pp.271-290). Limoges: Lambert-Lucas.
  • Marques, M. A. (2014). Como é que uma voz tão crítica dos políticos resolve ir parar à política? Ler os políticos na mediatização jornalística. In Momesso, M. R., Assolini, F., Curcino, L., Burlamaque, F. & Palma, G. (Orgs), Das Práticas do Ler e Escrever: ao universo das linguagens, códigos e tecnologias (pp.171-189). Porto Alegre: Cirkula
  • Marques, M. A. (2011). Expressions idiomatiques et valeurs argumentatives dans le discours parlementaire portugais. In Carreira, M. H. (Ed.), Travaux et Documents XX (L’idiomaticité dans les langues romanes) (pp. 263-272). Paris: Université Paris 8.
  • Marques, M. A. (2012). Emotions and Argumentation in the Portuguese Parliament. In Ionescu-Ruxandoiu, L. (Ed.) in collaboration with M. Roibu and M.-V. Constantinescu, Parliamentary Discourses across Cultures: Interdisciplinary Approaches (pp.117-132). Cambridge: Cambridge Scholars Publishing.
  • Marques, M. A. (2012). Discours de la vie quotidienne – des cris de marchands aux slogans. In Carreira, M. H. (Ed.), Travaux et Documents XXI (Les Rapports entre l’oral et l’écrit dans les langues romanes) (pp. 203-223). Paris: Université Paris 8.
  • Marques, M. A. & Ribeiro, A. (2011). ‘Dire’ ou ‘bruire’: les introducteurs de discours rapporté dans Aventuras de João Sem Medo. In Jaubert, A., López Muñoz, J. M., Marnette, S., Rosier, L. & Stolz, C., (Orgs), Citations I. Citer à travers les formes intersémiotiques de la citation (coll. Au cœur des textes) (pp.79-94). Louvain-la Neuve: Academia-L'Harmattan.
  • Marques, M. A. (2010). The public and private sphere in parliamentary debate: the construction of the addresser in the Portuguese Parliament. In Ilie, C. (Ed.), European Parliaments under Scrutiny: Discourse Strategies and Interaction Practices. (pp.79-107). Amsterdam: John Benjamins Publishing Company.
  • Marques, M. A. & Lemos, A. (2007). O “Tratado das meditações e pensamentos de San Bernardo”: dimensões da construção discursiva. In Murakawa, C. & Gonçalves, F. (Org.), Novas contribuições para o estudo da história e da historiografia da língua portuguesa (pp.75-100). S. Paulo: Cultura Académica Ed.
  • Marques, M. A. (2006). Novas perspectivas nas Ciências da Linguagem: a análise linguística do discurso. In Azevedo, F. (Org), Língua Materna e Literatura Infantil (pp.161-192). Lisboa: Lidel.
  • Marques, M. A. (2006). The perspective on gender in the Portuguese Word Thesaurus. In Thüne, E., Bazzanella, C. & Leonardi, S. (Eds), Gender, Language and New Literacy: a multilingual analysis (pp.139-152). London: Continuum Inter Pub.
  • Marques, M. A. (2005). Os apartes no discurso político parlamentar: vozes ‘off’. In Marques, M. A., Koller, E., Teixeira, J. & Lemos, A. (Eds), Ciências da Linguagem: 30 anos de investigação e ensino (pp.193-216). Braga: Universidade do Minho/ ILCH/CEHUM.
  • Marques, M. A. (2004). Procédés discursifs d’intensification en portugais – prétérition et relation interactionnelle. In Carreira, M. H. (Ed.), Travaux et Documents 24. (Plus ou moins !? L’atténuation et l’intensification dans les langues romanes) (pp.205-224). Paris: Université Paris 8.

Artigos em livros de atas

  • Marques, M. A. (2014). Cortesia, formas de tratamento e géneros discursivos - condições de ocorrência e de uso. In Seara, I. (Org.), Cortesia: Olhares e reinvenções (pp.145-172). Lisboa: Chiado Editora
  • Marques, M. A. (2013). Imagens (entre)vistas. A construção de identidades na entrevista política televisiva. In Silva, A., Martins, J., Magalhães, L., & Gonçalves, M. (Orgs), Comunicação Política e Económica. Dimensões cognitivas e discursivas (pp.249-260). Braga: UCP/Publicações da Faculdade de Filosofia
  • Marques, M. A. (2011). Argumentação e(m) Discursos. In Duarte, I. M. & Figueiredo, O. (Orgs), Português, Língua e Ensino (pp. 287-310). Porto: Universidade do Porto.
  • Marques, M. A. (2010). O Podcast no Ensino Superior – uma estratégia de complementação lectiva. In Carvalho, A. A. & Aguiar, C. (Eds), Podcasts para Ensinar e Aprender em Contexto (pp.250-264). Santo Tirso: De Facto.
  • Marques, M. A. (2009). Quando a cortesia é agressiva. Expressão de cortesia e imagem do Outro. In Oliveira, F. & Duarte, I. M. (Org), O fascínio da linguagem (pp. 277-296). Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
  • Marques, M. A. (2004). Outras Vozes. Outros Discursos. In Oliveira, F. & Duarte, I. M. (Eds), Da Língua e Do Discurso (pp.431-450). Porto: Campo da Linguística.