Investigadores

Mário Matos

Grau académico: Doutoramento

Categoria profissional: Prof. Auxiliar

Grupo(s) de Investigação:

E-mail: matos@ilch.uminho.pt

Telefone: (+351)253604170

Website(s):

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0186-1665

Morada institucional:

Departamento de Estudos Germanísticos e Eslavos
Instituto de Letras e Ciências Humanas
Universidade do Minho
Campus de Gualtar
4710-057 Braga
Portugal

Nota biográfica:

Mário Matos (*1963) holds a BA in German and French Literature (University of Porto, 1989), a MA in German Literature and Culture (Universidade Nova Lisbon, 1997) and a PhD in Cultural Sciences by the University of Minho (2007), where he is assistant professor at the German and Slavic Department. 
He has been the head of the German & Slavic Department (2008-2013), diretor of the BA in Cultural Studies (2014-2016) and is since 2016 vice-dean of the Institute of Arts and Humanities at the University of Minho. 
His teaching and research areas are (Inter)Cultural Studies, German Literature and Culture, Travel Literature and Translation. 
Mário Matos is a full research member at the Centro de Estudos Humanísticos of the University of Minho (CEHUM), where he coordinates a research group on transcultural mobility studies (NETCult). He is also an external research collaborator at the Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa (University of Porto).

Projetos

  • 2013 - ... (Coordenador)

    MoMeL - Mobilidade e Memória Local: Representações Interculturais do Minho

    Projeto concebido aquando a criação do Núcleo de Estudos Transculturais (NETCult), grupo de investigação multidepartamental, com o objetivo de proceder a um levantamento o mais sistemático possível de visões e representações externas da região do Minho por viajantes oriundos de múltiplas culturas (nações) e épocas históricas.
  • 2011 - 2013 (Membro)

    O Poder da Ciência. «Ciência Alemã» em Portugal (1933-45)

    Projeto financiado pela FCT. Membro da equipa de investigação a 25%. Entidade coordenadora: Universidade Nova de Lisboa.
    
    https://www.fct.pt/apoios/projectos/consulta/vglobal_projecto.phtml.en?idProjecto=111330&idElemConcurso=3660

Publicações

Livros

  • Matos, M. , Paisana, J. & Pereira, M. E. (eds.) (2016), Transcultural Amnesia. Mapping Displaced Memories / Amnésia Transcultural. Para uma Cartografia de Memórias Deslocalizadas, Edições Húmus, V.N. Famalicão.

    http://hdl.handle.net/1822/51401

  • Matos, M. , Grossegesse, O. (eds.) (2012), Mnemo-Grafias Interculturais / Interkulturelle Mnemo-Graphien / Intercultural Mnemo-Graphies, Edições Húmus, V. N. Famalicão.

    http://hdl.handle.net/1822/28415

  • Matos, M., Grossegesse, O. (eds.) (2011) , Zonas de Contacto: Estado Novo / III Reich (1933-1945), TDP Edições, Perafita.
  • Clara, F., Matos, M. & Sanches, M. (eds.) (2011), Várias Viagens. Estudos oferecidos a Alfred Opitz, Edições Húmus, V. N. Famalicão.
  • Matos, M. (2010), Postigos para o Mundo. Cultura Turística e Livros de Viagens na República Democrática Alemã (1949-1989/90), Braga, V N. Famalicão, Edições Húmus, CEHUM/Coleção Poliedro/21.

    http://hdl.handle.net/1822/23589

  • Pereira, M. E, Matos, M., Harwood, R. & Sousa, S. G.(eds.), Transversalidades: Viagens / Literatura / Cinema, Braga, CEHUM/Coleção Hespérides/Literatura/23.

Livros de atas

  • Koller, E., Grossegesse, O. & Matos, M. (orgs.), Portugal – Alemanha – Brasil. Actas do VI Encontro Luso-Alemão, Braga, CEHUM-Colecção Hespérides (2 Vol.) [em parceria com E. Koller, O. Grossegesse, A. Malheiro da Silva].

Artigos

  • Matos, M. (2014), "De volta à terra: viagens desaceleradas a pé, de burro e de trotinete", in Cadernos de Literatura Comparada, nº 30 - 6/2014, Ed. Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, Porto, pp. 237-255.
    http://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/95
  • Matos, M. (2009), “»Der joy stick hat den Wanderstab ersetzt«!? Erzählen vom Reisen in hypermedialen Zeiten”, in Testi e linguaggi. Rivista del Dipartimento di Studi Linguistici e Letterari dell’Università di Salerno, 3/2009, [nº temático: Letteratura e altri saperi], pp. 137-154.
    http://elea.unisa.it/handle/10556/582
  • Matos, M. (2001), "WWW: die unendliche Mediothek", in RUNA-Revista Portuguesa de Estudos Germanísticos, nº 28, pp. 331-347.

Capítulos em livros

  • Matos, M. (2016), "Tourism as Networking for a Pan-fascist Mobilization before the Second World War", in Fernando Clara/Cláudia Ninhos (eds.), Nazi Germany and Southern Europe, 1933-45. Science, Culture and Politics, Palgrave, Hampshire & New York, pp. 38-51.

    http://hdl.handle.net/1822/49487

  • Matos, M. (2016), "Interkulturelle und transmediale Mobilität in der Reiseliteratur", in Klaus Schenk et al.(Hg.), Zwischen Kulturen und Medien. Zur medialen Inszenierung von Interkulturalität, Praesens Verlag, Wien, pp. 34-49.

    http://hdl.handle.net/1822/49488

  • Matos, M. (2013), "Perpetuum Mobile: algumas considerações sobre a narrativa de viagem", in Maria Cristina Álvares/Ana Lúcia Curado/Sérgio Paulo Guimarães de Sousa (org.), O Imaginário das Viagens. Literatura, Cinema, Banda Desenhada, Edições Húmus, V. N. Famalicão, pp. 17-34.

    http://hdl.handle.net/1822/35198

  • Matos, M. (2013), "Perpetuum Mobile: algumas considerações sobre a narrativa de viagem", in Maria Cristina Álvares/Ana Lúcia Curado/Sérgio Paulo Guimarães de Sousa (org.), O Imaginário das Viagens. Literatura, Cinema, Banda Desenhada, Edições Húmus, V. N. Famalicão, pp. 17-34.

    http://hdl.handle.net/1822/35198

  • Matos, M. (2012), “Towards a transcultural construction of memory”, in Mário Matos/Orlando Grossegesse (org.), Mnemo-Grafias Interculturais / Interkulturelle Mnemo-Graphien / Intercultural Mnemo-Graphies. Edições Húmus, V. N. Famalicão, pp. 29-43.

    http://hdl.handle.net/1822/52635

  • Matos, M. & Silva, A. M. (2011), “Sobre a difusão político-cultural nazi em Portugal. O exemplo da «Casa Alemã» em Braga”, in Mário Matos/Orlando Grossegesse (eds.), Zonas de Contacto: Estado Novo / III Reich (1933-1945), pp. 123-152.
  • Matos, M. (2011), “Turismo e propaganda: os «cruzeiros atlânticos» da organização nazi «Força pela Alegria»”, in Mário Matos/Orlando Grossegesse (eds.), Zonas de Contacto: Estado Novo / III Reich (1933-1945), pp. 21-49.
  • Matos. M. (2011), “«Narra-Grafias» de viagem”, in Fernando Clara/Manuela Ribeiro Sanches/Mário Matos (eds.), Várias Viagens. Estudos oferecidos a Alfred Opitz, V. N. Famalicão, Edições Húmus, pp. 263-288.

    http://hdl.handle.net/1822/52598

  • Matos, M. (2011), “A viagem e a «viragem» na RDA”, in Miscelânea de Estudos em Homenagem a Maria Manuela Delille, coord. Maria Teresa Delgado Mingocho et al., vol. 1, Edições Minerva, Coimbra, pp. 277-291.

    http://hdl.handle.net/1822/52589

  • Matos, M. (2010), “Os «cruzeiros atlânticos» da organização nacional-socialista Kraft durch Freude como encenação da amizade luso-alemã“, in Maria Manuela Gouveia Delille (coord.), Portugal-Alemanha: Memórias e Imaginário. Segundo Volume: Séculos XIX e XX. Coimbra: CIEG-Minerva, pp. 255-283.
  • Matos, M. (2010), „Zur (Re-)Präsentation der Reise im Lichte medialer Migrationsprozesse“, in Peter Hanenberg et al. (Hrsg.), Rahmenwechsel Kulturwissenschaften, Würzburg: Königshausen & Neumann, 2010, pp. 127-145.
  • Matos, M. (2009), “«On the move»: mobilidade e migrações intermediais nos processos de representação da viagem”, in Margarida Esteves Pereira et al. (org.), Transversalidades: Viagens/Literatura/Cinema, Braga, CEHUM/Coleção Hespérides/Litearatura/23, pp. 27-58.
  • Matos, M. (2005), "Tourismus und «Totale Mobilmachung» oder Kraft durch Freude-Auslandsreisen als interkulturelle Inszenierung", in K.-S. Rehberg et al.(Hg.): Mobilität – Raum – Kultur. Erfahrungswandel vom Mittelalter bis zur Gegenwart, Dresden: w.e.b. Thelem, pp. 247-263.
  • Matos, M. (2002), "Construção Intertextual de Lisboa na Viagem ao Tejo com Pessoa na bagagem de Egyd Gstättner", in Ana Fernandes (ed.), Visão de Portugal por Estrangeiros , Viseu: Centro de Literatura e Cultura Portuguesa e Brasileira, pp. 41-56.
  • Matos, M. (2001) "«Reise nach Poetanien»: Zur literarischen Kommunikation über die Fremde in der DDR", in Alfred Opitz (Hg.), Erfahrung und Form. Zur kulturwissenschaftlichen Perspektivierung eines transdisziplinären Problemkomplexes, Trier: Wissenschaftlicher Verlag Trier, pp. 177-192.
  • Matos, M. (1998), "Thomas Rosenlöchers «Die Wiederentdeckung des Gehens beim Wandern»: Eine Harzreise auf den Spuren Heines", in Alfred Opitz (ed.), Differenz und Identität. Heinrich Heine (1797-1856. Europäische Perspektiven im 19. Jahrhundert, Trier: Trier: Wissenschaftlicher Verlag Trier, pp. 113-124.

Artigos em livros de atas

  • Matos, M. (2006), "Figurações da viagem e do viajante: do «maldito turista» ao «cosmopolita doméstico»", in Ana Gabriela Macedo/Eduarda Keating (org.), Novos Cosmopolitismos - Identidades Híbridas (VI Colóquio de Outono, 2004), Braga: CEHUM, pp. 131-147.
  • Matos, M. (2004), "«Fome de mundo»: Reflexões sobre a literatura de viagens na extinta RDA" (Comunicação ao IV Congresso Internacional da Associação Portuguesa de Literatura Comparada, Évora, 9-12 de Maio de 2001), in Actas do IV Congresso Internacional da APLC: Estudos Literários/Estudos Culturais, Universidade de Évora (CD-ROM).
  • Matos, Mário (2003), "«Kein Pass für Rio»: Brasilienbilder in der DDR", in Erwin Koller et al. (eds.), Portugal – Alemanha – Brasil. Actas do VI Encontro Luso-Alemão, Braga: Colecção Hespérides, 2003, Vol. II, pp. 289-309.
  • Matos, M. (2000), "Viagens ideológicas a Portugal na literatura nazi", in Isabel Allegro de Magalhães et al. (eds.), Literatura e Pluralidade Cultural, Actas do III Congresso da Associação Portuguesa de Literatura Comparada, Lisboa: Edições Colibri. pp. 905-914.
  • Matos, M., Silva, A. M. da (2000), "«Aus einem diplomatischen Wanderleben» de Friedrich Rosen: relações luso-alemãs e impressões de um diplomata alemão em Portugal (1912-1916)", in Helmut Siepmann (ed.), Portugal, Indien und Deutschland/Portugal, índia e Alemanha, Actas do V Encontro Luso-Alemão, Köln/Lissabon: Zentrum Portugiesischsprachige Welt der Universität zu Köln/Centro de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa, pp. 447-483.
  • Matos, M., Ruipérez, G. (1999) "Português com Rede e enREDando: um projecto ibérico na área do ensino de línguas em ambientes multimédia", in Dias, Paulo et al. (eds.) (1999), Desafios'99/Challenges'99. Actas da I Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Braga: Centro de Competência Nónio Século XXI da Universidade do Minho, pp. 205-219.
  • Matos, M. (1996), "Turismo nazi em Portugal (1935-1939)", in Marques, A. H. de Oliveira et al. (eds.), Portugal – Alemanha –África. Do Imperialismo Colonial ao Imperialismo Político, Actas do IV Encontro Luso-Alemão, Lisboa: Edições Colibri, pp. 199-214.

Outras publicações

  • Bernardo, A. M. et al.(orgs.)(2014) Encontros e Travessias. Homenagem a João Barrento, Ed. Húmus, V.N. Famalicão.
  • (2014)(Co-ed.) Diacrítica. Série Filosofia e Cultura. 28/2 [Coord. do dossiê temático: "40 anos de Abril"]

    http://hdl.handle.net/1822/52795

  • (2001) Egyd Gstättner: Viagem ao Tejo com Pessoa na bagagem, Porto: Granito, [Tradução, prefácio e notas por Mário Matos].
  • Matos, M. (2001), "Ensino-aprendizagem de línguas na viragem do século: edutainment vs e-learning", in UMboletim, nº 86, Braga: Universidade do Minho, pp. 2-5 (editorial).
  • Matos, M. (2001), "Die Nichtstuer des Südens, Teil 1" (Notiz zu Egyd Gstättners Februarreise an den Tejo), in Wiener Journal (250/251), p. 30.
  • Matos, M. (2000) Português com Rede. Curso Multimédia de Língua e Cultura Portuguesas para Estrangeiros com recurso à Internet, (CD-ROM; Volume I da colecção Línguas e Culturas/Média), Braga: Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho.
  • (1998) Martin Heidegger: Introdução à Metafísica, Lisboa: Ed. Instituto Piaget [Traduzido por Mário Matos e Bernhard Sylla].
  • (1993) Norbert Elias: A Sociedade dos Indivíduos, Lisboa: Dom Quixote. [Traduzido por Mário Matos]

Organização de eventos

  • 2013/10/31 - 2013/10/31 | Universidade Nova de Lisboa

    Co-org. Colóquio Internacional da Associação Portuguesa de Estudos Germanísticos (APEG): "Rückblicke, Ausblicke: 20 Jahre APEG"

  • 2017/10/18 - 2017/10/18 | Universidade do Minho, Portugal

    Coord. Painel "Representações Interculturais de Lugares de Memória Religiosos", XIX Colóqio de Outono

    http://cehum.ilch.uminho.pt/xixco

  • 2015/04/16 - 2015/04/16 | Universidade do Minho, Portugal

    International Conference: "Transcultural Amnesia. Mapping displaced memories"

    http://cehum.ilch.uminho.pt/transculturalamnesia

  • 2014/10/16 - 2014/10/16 | Universidade Nova de Lisboa

    Co-org. do Colóquio Internacional da APEG: "Vom Experiment zur Neuorientierung. Forschungswege der Germanistik im 21. Jahrhundert/Da Experiência à Reorientação. Percursos de Investigação para a Germanística do Século XXI", U. Nova de Lisboa, 16 e 17-10/2014

  • 2014/10/01 | Universidade do Minho, Portugal

    Colóquio internacional: "As Revoluções de Veludo e a queda do Muro de Berlim … 25 anos depois", 01-10-2014.

  • 2014/04/23 | Universidade do Minho, Portugal

    Colóquio comemorativo dos 40 anos do 25 de Abril: "Perceções e representações transnacionais da Revolução dos Cravos", org. NETCult/Conselho Cultural da UM, Salão Nobre da Reitoria, Braga, 23-04-2014.

  • 2013/03/01 - 2013/03/01 | Universidade do Minho, Portugal

    Coordenação das "XIV Jornadas de Cultura Alemã: Exposições, palestras, teatro e filmes em torno da Vida e Obra dos Irmãos Grimm", 25 de janeiro a 1 de março 2013, ILCH, Salão Medieval e Salão Nobre no Largo do Paço, Braga.

  • 2010/10/26 - 2010/10/26 | ILCH, UMinho

    Ciclo de Confêrências: "Os Estudos Culturais em Debate. Debating Cultural Studies/Kulturwissenschaften"

Participação em eventos

  • Colóquio/Congresso

    Mário Matos, Portugal visto por viajantes alemães à luz/na sombra da “lenda negra”. Comunicação ao XIX Colóquio de Outono, ILCH, Universidade do Minho, 18-10 outubro 2017.

  • Aula aberta (Por convite)

    Lecture: "Weimar: a German double folded site of memory", Aula aberta nas universidades japonesas de Kanazawa e de Nagoya (Aichi Prefectural University), no âmbito do projeto de intercâmbio ibero-nipónico VIA LACTEA, julho 2017.

  • Aula aberta (Por convite)

    Lecture: "Images of Japan by European Travellers" Aula aberta nas universidades japonesas de Kanazawa e de Nagoya (Aichi Prefectural University), no âmbito do projeto de intercâmbio ibero-nipónico VIA LACTEA, julho 2017.

  • Colóquio/Congresso (Por convite)

    Mário Matos, "Faschismus als transkulturelles Konzept. Zu den Beziehungen des Dritten Reichs mit Südeuropa am Beispiel Portugals (1933-45). Comunicação ao Congresso Internacional Gesellschaft für Interkulturelle Germanistik, Universidade de Praga (Rep. Checa), 6-8 outubro 2016.

  • Colóquio/Congresso (Por convite)

    Mário Matos, "Uma meta-viagem com Los autonautas de la cosmopista de Dunlop e Cortázar", Colóquio Internacional "Viagens e outros labirintos. Homenagem a Gonçalo Vilas-Boas”, Universidade do Porto, 03-12-2015.

  • Colóquio/Congresso (Por convite)

    Mário Matos, "Tourism and propaganda: The travelogue under the banner of the Third Reich", Colóquio Internacional dedicado ao tema "Annemarie Schwarzenbach e a Literatura de Viagens na Europa dos Anos 30", Universidade do Porto, 20-03-2015.

  • Seminário (Por convite)

    Mário Matos, "Lisboa na era do nazismo: palco turístico e lugar de exílio". Palestra no âmbito dos Seminários do International Doctoral Program in Culture Studies, Centro de Estudos de Comunicação e Cultura, Universidade Católica, Lisboa, 23 janeiro 2015

  • Curso breve/Workshop (Por convite)

    Mário Matos, "Escritas de viagem e memórias (trans)culturais", comunicação (como orador convidado) no âmbito do Curso de Formação Avançada: "Memória e Testemunho: Metodologias de Análise de Oralidade, de Escrita e Imagem", org. ICS/UM, 08-05-2014

  • Colóquio/Congresso (Por convite)

    Mário Matos: "Zonas de contacto (quase) amnésicas: Estado Novo/Terceiro Reich (1933-1945)". Palestra plenária no Congresso Internacional: "Fokus Portugal: Identidades e Imagens - Posições e Visões". 12-14 de março 2014, Universidade de Colónia (Alemanha)

  • Seminário (Por convite)

    Mário Matos: "Portugalbilder in der deutschsprachigen Reiseliteratur", no âmbito do seminário interuniversitário "Vom Minho über Trás-os-Montes nach Sachsen – ein kultureller Brückenschlag zwischen den „Peripherien“: Potential Portugiesisch-Deutscher Studien im Europäischen Kontext / Do Minho, passando por Trás-os-Montes à Saxónia – construindo uma ponte cultural entre periferias: Potencial dos Estudos Luso-Alemães no Contexto Europeu", Universidade de Leipzig, 10 a 12 de dezembro 2013.

  • Colóquio/Congresso (Por convite)

    Matos, M. (2013)"Exílios e migrações luso-alemães" Palestra de abertura do X Congresso Internacional do Deutscher Lusitanistenverband (Associação Alemã de Lusitanistas), Universidade de Hamburgo (Alemanha), 11-13 septembro 2013.

  • Colóquio/Congresso

    Mário Matos, "In itinere – Transmedial and intersemiotical strategies in travel narratives", Comunicação Congresso Internacional: "Borders and Crossings/Seuils et Traverses. An international and multidisciplinary conference on travel writing", Liverpool Hope University, UK, 22-24 July 2013

  • Colóquio/Congresso

    Mário Matos, “Estratégias transmediais em narrativas de viagens”, Comunicação ao7º Congresso da APLC: Pensar o comparatismo: percursos, impasses e perspetivas, Universidade de Aveiro, 6 e 7 de dezembro 2012

  • Colóquio/Congresso (Por convite)

    Mário Matos, "Os Açores na rota das «cruzadas turísticas» da Alemanha nazi", III Jornadas Luso-Alemãs, Ponta Delgada, Universidade dos Açores, 18-19 de maio 2012.

  • Colóquio/Congresso

    Mário Matos, “Turismo e propaganda – A ilha da Madeira em encenações transmediais dos «cruzeiros atlânticos» da organização nazi Força pela Alegria»”, Comunicação ao Colóquio Internacional Viagens Cruzadas - Mobilidade e Transferências, Funchal, Universidade da Madeira, 24-09-2010

Redes

  • 2015 - VIA LACTEA (Viable International Academic Links across Cultural Ties in Europe and Asia)

    Intercâmbio académico e científico-cultural ibero-nipónico entre a Universidade do Minho, a Universidad de Santiago de Compostela, a University of Kanazawa (Japão) e a Aichi Prefectural University  (Japão). 
    Desenvolvido e financiado no âmbito do programa European Union Education, Audiovisual and Culture Executive Agency 20142000/001001CPT EU ICIECP. 
    Tendo sido iniciada em 2014 pelo investigador do CEHUM e professor do ILCH Xaquín Núñez Sabarís, a partir de maio 2016, a coordenação do programa pelo ILCH/UM foi assumida por Mário Matos até à conclusão do projeto em dezembro 2017.

    https://www.ilch.uminho.pt/pt/Internacionalizacao/projetos_academicos/Paginas/Via-Lactea.aspx

Orientação de teses

Doutoramentos

  • 2011 - 2015 | Orientador

    Sérgio Lorré Gomes Vieira Pinto

    Visões pós-coloniais à socialista. Livros de viagens e de divulgação científico-popular de autores da RDA sobre Angola e Moçambique (1975-1990)

    Ciências da Cultura - Cultura Alemã